vandinho_rodapé.fw.png
PUBLICIDADE

PROPAGANDA

EVENTOS

Anuncie aqui!

Seu cliente também leu isso!

MONETIZADA!

NOTÍCIAS;



Um card / arte gráfica divulgado em rede social pela Prefeitura neste domingo (3) chamou a atenção para a ocupação de leitos de UTI disponibilizados para pacientes com Coronavírius.

Conforme a publicação, a ocupação de UTI chegou a 100%, com um total de 10 leitos direcionados ao tratamento da doença.


Entretanto, 2 leitos são ocupados por pacientes residentes em Jequié e 8 por pessoas oriundas de outras cidades da microrregião.


Foram contabilizados 26 novos casos ativos nas últimas 24 horas. Vale ressaltar que, Jequié, no pico da pandemia, foi considerado epicentro do Coronavírus no interior baiano, chegando a registrar 443 mortes provocadas pela Covid.


O vice-almirante da Marinha do Brasil, Arnon Lima Barbosa, pai do ex-secretário de Segurança Pública da Bahia, Maurício Barbosa, morreu neste domingo (3). A informação foi divulgada pela Marinha do Brasil.


Ainda não há informações sobre a causa, nem local da morte. Arnon também foi comandante do 2° Distrito Naval, em Salvador, entre 2008 e 2010, conforme detalhou a Marinha. Arnon Barbosa deixa filhos e netos.


Em nota, a Marinha, através do comando do 2º Distrito Naval, se solidarizou com familiares e amigos do vice-almirante e prestou homenagem “pelos exemplos de honradez e liderança dedicados ao serviço da pátria”.


A prefeitura de Feira de Santana, cidade a cerca de 100 km de Salvador, informou que Arnon era natural de Maceió (AL), mas viveu a infância e adolescência em Feira de Santana, onde manteve laços de amizade com o Colbert Martins Filho, atual prefeito, e entre outros cidadãos do município.


Informou também que vai decretar luto de três dias pela morte do vice-almirante. A Marinha informou que velório será na segunda-feira (4), no cemitério Bosque da Paz, em Salvador, a partir das 13h. Conteúdo G1




Se você tem graduação em medicina, odontologia ou farmácia e busca uma oportunidade de atuação, fique atento. O Comando da 6º Região Militar está com inscrições abertas para a seleção desses profissionais, no período que vai desta segunda-feira (4) até 25 de julho no site www.6rm.eb.mil.br.

O processo seletivo tem o objetivo da formação de um cadastro de reserva para o preenchimento de cargos que venham a abrir em 2023. O contrato de trabalho é de um ano (12 meses), podendo ser renovado anualmente por mais sete anos (7 anos). A remuneração bruta inicial é de R$ 8.439,00.


O cirurgião dentista Vinicius Lima participou de uma seleção como essa e, hoje, depois de fazer um concurso, integra os quadros das Forças Armadas. Quando se formou em Odontologia, em 2010, percebeu que já havia uma saturação no mercado profissional e que para se estabelecer num consultório demandaria tempo e dinheiro. “Naquela época, atuei como temporário no Exército e depois prestei concurso para efetivo”, conta.


Ele disse que a estratégia foi fundamental para garantir segurança, especialmente durante a pandemia, quando muitos colegas terminaram fechando seus consultórios. Filho de pai militar, ele garante que a carreira traz inúmeras vantagens para os profissionais de saúde. “É uma instituição secular, que oferece uma remuneração acima da média para iniciantes, estabilidade e a reserva remunerada, além de possibilitar que o profissional possa trabalhar fora, seja em clínica ou outras instituições”, ressalta.


Hoje, além de ser militar de carreira, ele oferece cursos preparatórios (@cursodentistaemilitar) para outros colegas que desejem integrar as forças armadas, seja Exército, Marinha ou Aeronáutica. Entre os dias 04 e 06 de julho, inclusive, a startup administrada por ele oferecerá aulas gratuitas para os interessados no canal do Youtube. Nesses três dias, serão disponibilizados módulos que tratarão do concurso e os primeiros passos para os profissionais de saúde se ambientem com a realidade da área militar.


Currículo


De acordo com o Chefe da Seção de Comunicação Social do Comando da 6ª Região Militar, o Coronel Rafael Silva de Barba, além do salário, os profissionais contarão com 13º salário; férias; adicional de férias; auxilio pré-escolar; adicional habilitação; auxílio fardamento; atendimento médico-hospitalar aos militares do Exército e seus dependentes, dentre outros previstos em legislação para situações específicas.


O coronel destaca também que os conhecimentos adquiridos e experiências vivenciadas contribuirão para a formação profissional e pessoal do cidadão. “Essa experiência será registrada no currículo o que poderá influenciar positivamente perante futuro empregador, devido aos altos índices de credibilidade da força e o reconhecimento pela sociedade”, reforça o representante da 6ª Região Militar.


Ele lembrou ainda que os aprovados podem seguir carreira militar se desejarem. “Quando um candidato é convocado para o estágio já estará incorporado às fileiras do Exército, sendo necessário salientar que tal aviso de convocação possui um tempo limite de até 8 (oito) anos para sua permanência, conforme a existência da vaga e o interesse profissional”, explica.


Ele reforça ainda que existe a possibilidade de ingresso como militar de carreira, mediante aprovação em concurso público, para cursar a Escola de Saúde e Formação Complementar do Exército (ESFCEx), Pituba. O candidato poderá realizar sua inscrição em ambos os processos, conforme seu interesse e as informações estão disponíveis na página do Exército Brasileiro (www.eb.mil.br).


Outro aspecto interessante é que, em alguns casos, o profissional de saúde selecionado pode ainda atuar em ações humanitárias ou missões em países que mantenham relações diplomáticas com o Brasil ou mesmo viagens a serviço dentro do território nacional.


Etapas


A escolha dos nomes para o cadastro reserva seguirá as seguintes etapas: inscrição, análise curricular, inspeção de saúde e exame de aptidão física. Os aprovados em todas as etapas farão parte do cadastro de reserva e servirão nos hospitais e Organizações Militares (OM) do Exército Brasileiro, nas cidades da Bahia ou em Sergipe, na capital Aracaju.


Uma vez aprovados, a formação dos incorporados terá a duração de doze meses na forma do Estágio de Adaptação e Serviço e será dividida em duas fases: a primeira, destinada à instrução técnico-militar, com duração de 45 (quarenta e cinco dias); e a segunda, voltada à aplicação de conhecimentos técnico-profissionais, sendo realizada nas OM para as quais os estagiários tenham sido convocados.


Para participar da seleção, é fundamental que o/ interessado ou interessada possua, até 31 de dezembro do ano da incorporação (2023), no máximo, 38 (trinta e oito) anos.


Confira as áreas e especialidades solicitadas


Medicina


Gastroenterologia/Endoscopia;

Oftalmologia;

Pediatria;

Cirurgia Geral;

Dermatologia;

Anestesiologia;

Ginecologia/Obstetrícia;

Radiologia;

Infectologia;

Urologia;

Endocrinologia;

Psiquiatria;

Medicina intensiva;

Ortopedia;

Proctologia;

Cardiologia;

Clínica médica;

Neurologia;

Otorrinolaringologia;

Cirurgia vascular;

Geriatria;

Clínico geral.

Odontologia:

Dentística; Cirurgia Bucomaxilo;

Endodontia;

Prótese;

Odontopediatria;

Ortodontia;

Periodontia;

Generalista.


Farmácia:

Hospitalar;

Bioquímica/Análises Clínicas.

Para inscrição: www.6rm.eb.mil.br/index.php/servico-militar/selecao.

Para mais informações sobre o curso preparatório: @cursodentistaemilitar. Eles formarão novas turmas preparatórias em Julho, com inscrições até dia 08. O curso é totalmente on line e os valores são: R$997, à vista ou R$1.227,00(que pode ser parcelado em até 12 x)

Conteúdo Correio







patro 9.fw.png
patro 7.fw.png
WhatsApp Image 2021-01-18 at 11.26.30.jp
patro 3.fw.png
patro 4.fw.png
WhatsApp Image 2022-02-05 at 08.20.29.jpeg
patro 8.fw.png
WhatsApp Image 2022-03-23 at 08.38.24.jpeg
patrocinioarquitetura.jpg