• Vandinho

ADJ disputará a Série B com o foco único de retornar à elite do futebol baiano em 2023


Torcedores cobram da diretoria retornar Jequié à Série A (Foto: Reprodução/Luciana Flores)

O ano de 2022 para o futebol profissional de Jequié deverá ser marcado por um desejo único: Disputar a Série B e assegurar o retorno da Associação Desportiva Jequié-ADJ, à Série A do Campeonato Baiano em 2023 [licenciou-se da disputa na temporada passada].


Após 20 anos, o time jequieense conquistou a volta em 2017, mas não se sustentou por mais de duas temporadas, resultando no descenso. Por parte da Federação Bahiana de Futebol-FBF, ainda existe indefinição em relação ao número de equipes [se duas ou uma], serão rebaixadas da divisão principal este ano, para alçar igual número de substituto (s).


Segundo se comenta, se participarem 10 ou mais equipes na Série B este ano, que será disputada entre abril e maio, descem dois e sobem dois times. O presidente e vice recentemente reeleitos da ADJ, deverão anunciar nos próximos dias a composição da diretoria e, um dos focos é a designação de um gerente de futebol.


Para o comando técnico, o jequieense Paulo Salles [atualmente dirigindo o Barcelona de Ilhéus na Série A], conta com a preferência de parte de dirigentes e torcedores. No entanto, a depender da campanha do time ilheense, Sales poderá seguir por lá, ou receber proposta mais vantajosa de outro clube. O anuncio de jogadores para formar o elenco, somente deverá acontecer a partir da definição dos nomes para a gerência de futebol e do novo treinador.Fonte:Wilson Novaes.

10 visualizações0 comentário