• Vandinho

Anonymous declara guerra cibernética contra a Rússia


Em resposta a invasão da Ucrânia pela Rússia, o grupo de hackers Anonymous prometeu um ataque cibérnetico aos russos.


Em uma postagem no Twitter, nesta sexta-feira (25), o grupo assumiu a autoria do ataque à página do ministro da Defesa russo, Sergei Shoigu, que teve seu site derrubado. Além disso, informou que o “coletivo Anonymous está oficialmente em guerra cibernética contra o governo russo”.


Os hackers tiraram do ar na quinta-feira (24) várias páginas do governo russo, além da rede estatal de televisão do país, a “RT News”. As pastas do governo e a emissora afirmaram que os sites estavam sob ataque e apresentavam dificuldades de acesso.


O grupo ainda publicou no Twitter informações sobre bombardeios programados à capital da Ucrânia, Kiev, para as próximas horas.


Em uma outra publicação no Twiiter, o Anonymous disse que, embora suas operações estivessem “visando o governo russo”, também havia “uma inevitabilidade de que o setor privado também fosse afetado”.


O Anonymous é um coletivo de hackers que realiza ataques organizados de cunho ativista contra empresas e governos. Em sua mais recente manobra no Brasil, o grupo invadiu página da empresa Fib Bank, envolvida em escândalos de corrupção durante a pandemia, revelados pela CPI da Covid. Durante a invasão, o grupo deixou vídeo no site declarando guerra ao presidente Jair Bolsonaro (PL), e convocando a população a ir às ruas no dia 7 de setembro para protestar contra o governo.

Fonte: Bahia.ba

8 visualizações0 comentário