• Vandinho

Após novo aumento da Petrobras, líder de caminhoneiros diz que Brasil tem que parar


Depois de mais um anúncio de aumento no preço dos combustíveis, dado nesta quinta-feira (10) pela Petrobras, Wanderlei Alves, um dos principais líderes da greve de caminhoneiros de 2018, diz que o Brasil tem que parar em protesto.


Para a gasolina e o gás de cozinha, o aumento se aproxima dos 20%, com acréscimo de 18,8% e 16,1% respectivamente. Já o aumento do diesel é ainda maior, de 24,9%. O novo valor entra em vigor já amanhã, sexta-feira (11).


Em conversa com o jornal Folha de S. Paulo, Wanderlei Alves, conhecido como Dedeco, denuncia que caminhoneiros, empresários de transporte e transportadoras não irão suportar o pesso desse aumento.


O caminhoneiro também considera que a guerra da Rússia contra a Ucrânia está sendo usada como desculpa pela Petrobras para enriquecer ainda mais seus donos. Fonte: Metro1.

9 visualizações0 comentário