• Vandinho

Bahia tem 405 novos casos da Covid-19 em 24 horas e mais 17 óbitos pela doença


Nesta quarta-feira (29), a Bahia registrou 405 novos casos da Covid-19, 373 recuperados e mais 17 óbitos pela doença, de acordo com dados divulgados pela Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab).


Dos 1.270.022 casos confirmados desde o início da pandemia, 1.240.819 já são considerados recuperados, 1.707 estão ativos e 27.496 tiveram óbito confirmado. Os dados ainda podem sofrer alterações devido à instabilidade do sistema do Ministério da Saúde. A base ministerial tem, eventualmente, disponibilizado informações inconsistentes ou incompletas.


O boletim epidemiológico contabiliza ainda 1.681.932 casos descartados e 260.493 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica em Saúde da Bahia (Divep-BA), em conjunto com as vigilâncias municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta quarta-feira.


Na Bahia, 52.675 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.


Vacinação Até o momento temos 10.710.901 pessoas vacinadas com a primeira dose, 260.726 com a dose única, 8.794.660 com a segunda dose e 1.331.825 com a dose de reforço.


Leitos de UTI Com base no boletim desta quarta-feira, a Bahia tem 1.231 leitos ativos para tratamento da Covid-19. Desse total, 555 estão com pacientes internados, o que representa taxa de ocupação geral de 45%.


Desses leitos, 507 são de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) adulto e estão com taxa de ocupação de 55% (278 leitos ocupados).


Nas UTIs pediátricas, 24 das 29 vagas estão com pessoas internadas, o que representa taxa de ocupação de 83%. Os leitos clínicos para adultos estão com 34% de ocupação e os infantis, com 60%.


Em Salvador, dos 265 leitos ativos, 171 estão ocupados (65% de ocupação geral). A taxa de ocupação dos leitos de UTI adulto é de 59% e o pediátrico está em 95%. Ainda na capital baiana, os leitos clínicos para adultos estão com 65% de ocupação e, os pediátricos, estão com 63%. (G1)


2 visualizações0 comentário