• Vandinho

Câmeras de segurança mostram que radialista morto chegou em casa com homem


O radialista Jota Silva, de 60 anos, chegou em casa acompanhado de um homem horas antes de sua morte, na última terça-feira (5). É o que mostram as imagens das câmeras de segurança da região. Jota foi encontrado morto com sinais de violência, chega na casa onde morava, em Itabuna. A Polícia Civil investiga um possível latrocínio.


As imagens mostram o momento que os dois entraram no imóvel por volta das 17h de terça-feira (5) e permaneceram no local por algumas horas. Por volta das 21h, o homem sai da garagem com o veículo da vítima, mas não consegue fugir. Em seguida, ele abandona o carro e deixa o local a pé.


Vizinhos perceberam a movimentação suspeita e acionaram a Polícia Militar. Quando os policiais chegaram na residência, encontraram Jota Silva sem vida, roupa e com sinais de violência. O veículo do radialista foi levado para o Complexo de Itabuna onde vai passar por perícia. Dentro do carro havia objetos como roupas, caixas de som e materiais de limpeza.


A Polícia Civil ouviu algumas testemunhas e analisa as imagens da câmera de segurança. A principal suspeita é de que Jota Silva tenha sido vítima de latrocínio, roubo seguido de morte.

Fonte: Metro1.


29 visualizações0 comentário