• Vandinho

Com ônibus atingido por uma pedra e barra de ferro, Grêmio decide não disputar o clássico Gre-Nal


Jogador Vilassanti levado de ambulância para o hospital – Foto: Lucas Uebol Divulgação/Grêmio.

A diretoria do Grêmio comunicou de imediato, ao presidente da Federação Gaúcha de Futebol (FGF), Romildo Bolzan Júnior, que não iria jogar o clássico Gre-Nal, pelo campeonato estadual, após o ônibus que conduzia a delegação ao estádio, ser atingido na tarde deste sábado (26), com uma pedra e uma barra de ferro.


A decisão do adiamento da partida foi oficializada às 20h. Jogadores ficaram feridos. Entre eles, com maior gravidade, o volante Vilassanti, que teve um corte no olho esquerdo e um hematoma na cabeça, sofrendo traumatismo craniano.


Outros atletas do Tricolor também foram atingidos por estilhaços do vidro quebrado. O Inter, que enfrentaria o Grêmio manifestou, por meio do presidente Alessandro Barcellos, favorável a não realização do clássico.


Bahia – Na noite da última quinta-feira (24), em Salvador, ônibus do Bahia, que conduzia a delegação para o jogo contra o Sampaio Corrêa pela Copa do Nordeste, foi atacado quando se aproximava da Arena Fonte Nova, supostamente por torcedores do próprio clube, que estavam em dois veículos.


O caso está sendo investigado pela Polícia. Uma das bombas arremessadas contra o veículo, espalhou estilhaços de vidro no interior do ônibus ferindo o goleiro Danilo Fernandes e o lateral Matheus Bahia. Mesmo com o clima de tensão e o abalo emocional dos atletas, o Bahia foi a campo e venceu o adversário por dois a zero. G1.

6 visualizações0 comentário