• Vandinho

Com 136 mortes, Petrópolis divulga alerta sobre fake news


A disseminação de notícias falsas relacionadas aos impactos das chuvas preocupa as autoridades municipais de Petrópolis. A situação foi motivo de um alerta feito nesta tarde (18) pelo prefeito Rubens Bomtempo.


“Está cheio de fake news. Gente que não tem consideração com as pessoas, que não ama Petrópolis. Estão criando factóides. Vieram falar agora que tinha se rompido uma grande adutora, que a cidade ia ficar inundada. Isso não existe”, disse ele.


Na quinta-feira (17), relatos de desabamento de uma igreja no centro da cidade e de rolamento de uma rocha na comunidade 24 de maio chegaram a circular pelo Whatsapp. Nos dois casos, se tratava de fake news.


Diante dessa situação, a prefeitura divulgou uma nota orientando os moradores a buscar informações em fontes seguras. Segundo o texto, os canais oficiais da Prefeitura e veículos de imprensa confiáveis são os locais mais adequados para a população se manter atualizada.


“Petrópolis possui jornais, canais de televisão e rádios já tradicionais, assim como páginas na internet e nas redes sociais que fazem um jornalismo sério. Por causa das chuvas de terça-feira, veículos de imprensa nacionais também estão na cidade nesta semana. Então, são muitos veículos confiáveis, e a população deve sempre buscar se informar por eles, assim como pelas redes sociais da Prefeitura. É preciso sempre tomar cuidado com as informações que chegam pela Whatsapp”, disse o coordenador de comunicação social da prefeitura, Philippe Fernandes.


Óbitos

As chuvas de terça-feira (15) foram, segundo o governo do Rio de Janeiro, a pior já registrada na cidade desde 1932. Até o momento, foram confirmadas 136 mortes. O Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil municipal vêm atuando nas buscas e na evacuação das áreas de risco. Continue a leitura


5 visualizações0 comentário