• Vandinho

Conselheiro Marcus Presídio toma posse como novo presidente do TCE-BA


Durante seu discurso de posse para a presidência do Tribunal de Contas do Estado da Bahia (TCE-BA), nesta quarta-feira (5), o conselheiro Marcus Presídio reforçou o papel de fiscalização do órgão e o protagonismo que as cortes de contas passaram a adotar ao longo dos anos. A mesa diretora que tomou posse nesta quarta atuará no biênio 2022/2023.


"Nestes 106 anos, essa casa vem cumprindo sua missão de controlar os gastos públicos mantendo sempre firma a clara observância das leis. As cortes de contas deixaram de ser apenas órgãos auxiliares do poder legislativo. Passaram a exercer o controle de legitimidade e hoje são extremamente relevantes no contexto jurisdicional brasileiro", disse o presidente eleito.


Presídio lembrou ainda que os TCEs atualmente têm papel fundamental no bom funcionamento da advocacia. "E também no controle do uso dos recursos públicos, representando justiça e igualdade e garantido que eles sejam utilizados de forma eficiente guardando o interesse público", reforçou.


Conforme divulgou o TCE-BA, Presídio é graduado em Direito pela Universidade Católica do Salvador, com especialização em Gestão Operacional Pública, Marcus Presídio foi empossado como conselheiro do TCE/BA em 30 de março de 2015.


Na Corte de Contas, presidiu a Primeira Câmara e integrou a Segunda Câmara, tendo sido eleito como vice-presidente para o biênio 2018/2019 e reeleito para o período seguinte, 2020/2021. Desde 2018, é diretor de Relações Internacionais da Associação dos Membros dos Tribunais de Contas (Atricon), reeleito para o biênio 2022/2023.


O novo presidente ingressou no serviço público em março de 1983, na Assembleia Legislativa da Bahia, na qual ocupou diversos cargos, completando 32 anos de vida profissional. Comandou postos de chefia em diversos setores da Assembleia Legislativa, entre os quais o de superintendente de Administração e Finanças, em 1997. BN.

8 visualizações0 comentário